quarta-feira, 4 de maio de 2011

Te quero

Te quero, não sei como
só sei que te quero
no meu verso de amor,
sendo os versos do meu poema,
sendo a grama onde repouso
e sonho... acordada
pensando em você,
quero-te sempre, aqui
quero te encontrar na minha rotina,
no orvalho de cada amanhecer
no sol que aquece a terra
no vento que varre a rua
na árvore frondosa
no canto dos pássaros
no sorriso de uma criança
na água que sacia a minha sede
e toca o meu corpo
minha pele sente falta,
do seu toque macio, arrepiante,
do seu olhar sedutor, penetrante
quero-te agora, fogoso, sedento
não consigo ficar sem você
sinto seu calor e viajo – vício
sinto voce em mim – prazer
mas tudo depende...
depende de você me querer...
Escrito por Vava Maia

Nenhum comentário:

Postar um comentário