quarta-feira, 4 de maio de 2011

Nós Dois


Gosto quando minha carne começa a tremer
Quando meu corpo não consegue se conter
Eu espero até que o cheiro penetre no lugar
Não descanso enquanto eu consigo respirar

Eu não me contento apenas com uma parte
Desejo mais do que aquilo que tenho direito
Sou indiscreto e tenho a gula como segredo
Quando o assunto é você exijo por completo

Não consigo esconder no peito a inquietude
Tenho que lhe olhar e comprovar que é real
Fico esperando a hora exata para poder ter
E quando eu a tenho não consigo me conter

Não guardo na intimidade a minha excitação
Nem deixo para as quatro paredes a relação
Espero mais do que apenas prazer na cama
Com você eu busco uma entrega sem limites

Não procuro uma relação que dure por anos
Mas uma que mude meu ano com uma noite
Alguma que transforme a hora em milésimos
Que acione dentro de mim algum sentimento

Eu caminho e provo novos sabores até achar
Algum que agrade e convença e me faça crer
Que não existe nenhuma melhor do que você
Quando não encontro corro para seus braços

Fico como um refugiado que não pode andar
Escondo meu fracasso e a busca sem noção
Entrego minhas vontades perdidas para você
E mais uma vez meu corpo começa a tremer

Este é o instante que lhe tenho sem restrição
Onde eu não escondo o que realmente quero
Nem você nega os seus verdadeiros desejos
Nesta hora passamos a ser somente nós dois.

Escrito por Joffre Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário