sexta-feira, 17 de junho de 2011

Sinto-me perdida

As vezes apetece-nos mandar tudo para o ar, hoje é um desses dias, quero explodir, dizer tudo o que me vêm a cabeça, não importa se magoou alguém, ninguém se importa ao me magoar.
Nunca afirmei ser fácil, nunca quis que o fosse.
Fazes-me tanta mas tanta falta, acredita, não quero que tudo volte, quero que tu voltes.
Não foste perfeita, eu tenho consciência disso, não tenho receio de te adorar por seres quem és, nunca escolhi.
Ensinaste-me a ser quem sou, não perguntes o porque, apenas eu o sinto.
As vezes uma simples atitude muda tudo, não é preciso palavras.
Ainda te vejo, nas minhas memórias, em tudo o que vivi e aprendi.


'desapareceste, olho para a lua e tento levar-me pelo vento até ti. desespero sem a tua presença, mas não percebes isso, ninguém percebe. where'd you go, tento encontrar-te mas não te vejo, grito pelo teu nome mas não me respondes, sinto-me perdida e fazes-me falta, preciso de ti, aqui.'

Anonimo

Nenhum comentário:

Postar um comentário