quinta-feira, 2 de junho de 2011

Quem realmente amou, sofreu.

Não lembro de alguém que já amou sem sofrer, em qualquer amor há dor, ainda que seja em apenas um momento. Como realmente amar alguém sem sofrer por medo de perder? Como amar alguém e não sofrer só de pensar em hipóteses ruins? Amores não correspondidos ou mal correspondidos. Amores quase impossíveis, amores tão fáceis que desgastam. Amores platônicos, amores intensos, amores confusos. Você pode achar que tem mil amores, mas amor realmente é aquele que por algum segundo que seja, te fez sentir triste, angustiada. Qualquer pessoa em algum momento de dor e desespero já ouviu quem dissesse que é drama, que sofres a toa, com certeza essa é a pessoa que menos pode falar sobre. Quem realmente amou, sofreu. Quem ama e não sofreu, sofrerá. Nem tudo dura pra sempre, da mesma forma, o amor diminui, só não posso dizer que sempre acaba. Normalmente o amor passa a acabar quando um para de amar, e o outro segue sozinho. Aí sim as coisas mudam, o amor quando sentido por um só alguém, perde a graça, perde o encanto. Não há coração que por muito tempo aguente amar pelas duas partes. Ninguém é feliz quando ama sozinho, ninguém consegue sorrir sempre ao imaginar algo inalcansável.


Nenhum comentário:

Postar um comentário