quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Desisto...

O cansaço me tomou,
Minhas forças se esvaíram...
Desisto!
Desisto de mostrar para você o meu amor...
Desisto de dizer,
de lhe buscar,
de ser ainda para você...
Desisto exercer o meu lado mulher,
Tão infinitamente sua...
De mostrar para você a rima da emoção,
Do amor pleno,
Da luta ...
Entreguei-me ...
Na consciência,
De não mais tê-lo...
Não posso buscar o nada,
a razão incontida,
no seu ser em você mesmo...
Tenho que retornar à vida,
mesmo sem você...
Tenho que ver novos tons,
pintar uma linda tela interior,
utilizando as cores com que a vida enfeita nossos olhos,
Tirar novas fotos de tudo,
Ver diferente...
Desisto de você,
Mas, não desisto de ser feliz...
Desisto do irrealizável,
Mas, não desisto do que ainda posso fazer.
Desisto de amar o vazio,
Mas não desisto de mim,
cheia de amor!!!!

Jane Lagares

Um comentário:

  1. Olá... muito bom seu blog, minha esposa amou!!!

    Sou um dos seus seguidores agora, e quando puder comentarei seus posts

    Abraço!

    ResponderExcluir