quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Se um cachorro fosse nosso professor, aprenderíamos coisas assim: quando alguém que você ama chega em casa, corra ao seu encontro. Permita-se experimentar o ar fresco do vento no seu rosto. Mostre aos outros que estão invadindo o seu território. Tire uma sonequinha sempre e espreguice antes de levantar. Corra, pule e brinque todos os dias. Tente se dar bem com o próximo e deixe as pessoas te tocarem. Não morda quando um simples rosnado resolve a situação. Em dias quentes, pare e role na grama, beba bastante líquidos e deite debaixo da sombra de uma árvore. Quando você estiver feliz, dance e balance todo o seu corpo. Não importa quantas vezes o outro te magoa… Volte e faça as pazes novamente. Aproveite o prazer de uma longa caminhada. Se alimente com gosto e entusiasmo. Nunca pretenda ser o que você não é. Se você quer se deitar embaixo da terra, cave fundo até conseguir. E o MAIS importante de tudo… Quando alguém estiver nervoso ou triste, fique em silêncio, fique por perto e mostre que você está ali para confortar.

"Tudo o que você precisa é amor. Mas um chocolate de vez em quando não faz mal."

Charles M. Schulzc -


Adoro!!

Quando o sol brilhar
Nós brilharemos juntos
Eu jurei que estaria aqui pra sempre
Disse que sempre seria sua amiga
Então venha e fique até o fim
Agora que está chovendo como nunca
Sei que ainda temos um ao outro
Você pode ficar embaixo do meu guarda-chuva
Você pode ficar embaixo do meu guarda-chuva


Um comentário:

  1. olá! "Se o cachorro fosse nosso professor",gostei muiiito ótimo mesmo...ah uma ligação no texto,como uma atração...além de tudo sr muiito familiar!

    ResponderExcluir