quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Sei que você é forte






Eu sei que você deita na cama todas as noites e pensa nele. Sei que você é forte o dia inteiro, que força um sorriso, mas que senta no chão e desaba no choro debaixo do chuveiro. Eu sei que você responde um ‘estou bem’ com a esperança de ouvir um ‘eu sei que não está’, mas que ele nunca vem. Eu sei que você abafa o choro no travesseiro pra ninguém ouvir. Sei que você lê e relê seu histórico do msn, por mais bobas e insignificantes que as conversas sejam. Sei que você toca na tela do computador quando vê uma foto dele, como se, de algum jeito sobrenatural, você pudesse tocar naquele rosto por alguns segundos. Eu sei que cada vez que o celular toca, você corre esperando que apareça um único nome ligando; sei que seu coração tropeça, pára e volta a bater em uma velocidade frenética quando vê uma certa janelinha subir no msn. Eu sei que você chora por não ser correspondida, ou talvez chore por ser correspondida e não poder estar junto. Sei que por mais que você diga que não se importa, você se importa sim, e muito. Sei que você olha pro céu e pede ajuda, pede força, porque se sente sozinha. Eu sei que você abre os olhos todas as manhãs e pede, por favor, pra que seja um dia melhor. Eu sei que uma única pessoa tem o dom de ocupar a sua mente quando você escuta qualquer música, ou lê qualquer frase. Sei que você se sente abandonada, que sente como se ninguém ligasse pro que você está sentindo. Sei que você sente aquele nó na garganta e engole ele, adiando o choro pra mais tarde, até que você explode e chora um choro doído e longo. Sei que você espera o dia que vai ouvir um ‘eu te amo’ que vá valer todo o sofrimento que você está passando agora. Sei que as pessoas te decepcionam, que muitas pessoas que juraram estar pra sempre do seu lado, na verdade, desistiram de você muito antes. Eu sei como é cada uma dessas coisas. Eu sei, e alguém lá em cima também sabe, e cuida de você. Acredite, existe algo lindo esperando por você no fim disso tudo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário