sexta-feira, 1 de abril de 2011

A primeira decepção


Filho:
Mamãe, meu coração tá doendo, passa pomada?
- com uma certa preocupação, a mãe pergunta -


Mãe:
Seu coração filho? como assim ? o que aconteceu?
Filho:
Não aconteceu nada mamãe, começou a doer do nada, mas tá doendo muito, passa a pomadinha !


Mãe:
Não tem como passar pomada no coração filho, o que você tava fazendo quando começou a doer?
Filho:
Eu tava conversando com a laura, lá no balanço da escolinha, Aí ela me contou que gostava do Hugo, aquele meu amigo que vem sempre aqui em casa. Aí quando ele passou perto dela, ela levantou do balanço e foi atrás dele e me deixou sozinho, aí o meu coração começou a doer, e ta doendo até agora.
- A mãe assustada, não sabia o que dizer ao filho e então simplismente o abraçou e sussurou no ouvido dele. -


Mãe:
Filho, você conheceu o amor.

- O filho meio sem entender, perguntou. -



Filho:
O amor? mais você sempre disse que o amor era uma coisa boa, e então porque ele está machucando meu coração?


Mãe:


Não são todos aqueles que sabem valorizar o amor, e quando esse amor se oferece para alguém, e esse alguém não dá valor, o amor fica triste e volta pra sua casinha, que é o coração, e pra o amor entrar de novo no coração, deixa um machucado bem grande nele. E esse machucado que fica no coração, se chama decepção.


Pedro D. Picardi Martins
























,



Nenhum comentário:

Postar um comentário